sexta-feira, 26 de julho de 2013

Simplesinho ou simplezinho?

Observe que a palavra simples não é um substantivo plural, mas um substantivo terminado em “s”, tal como pires, lápis, adeus, alferes. O diminutivo das palavras terminadas em -s faz-se acrescentando o sufixo –inho ou -ito à forma da palavra originária. Assim, deve-se manter o -s com que a palavra terminava.
Exemplos:
Simples – simplesinho
Lápis – lapisinho
Pires – piresinho
Alferes - alferesinho
Burguês - burguesinho
Diferente da regra do diminutivo de palavras no plural, em que se deve passar a desinência do plural (= s) para depois do sufixo do diminutivo (= zinho, zito):
Papéis = papéi (s) + zinho + s = papeizinhos
Balões = balõe (s) + zinho + s = balõezinhos
Flores = flore (s) + zinha + s = florezinhas
Dicas:
Para não cometer uma gafe, tome cuidado ao pronunciar os aumentativos ou diminutivos. Por exemplo, se você for à peixaria comprar um baiacu, um pacu ou um pirarucu, não use, em hipótese alguma, o termo no diminutivo (o aumentativo também não é recomendado!)e se quiser se referir a um importante teórico, cuidado para não se empolgar nos elogios e soltar uma pérola do tipo: Esse cara é um baita de um “teoricuzão”. Acredite, já ouvi isso.

4 comentários:

  1. "Teoricuzão"...haha

    Eu estava em dúvida sobre a qual era correta. Obrigado por esclarecer! :)

    Ueritom

    ResponderExcluir
  2. Uau!
    Eu tive que vasculhar a net "toda!" pra descobrir o certo; se "simplesinho", ou, "simplezinho"!
    Valeu mesmo!

    ResponderExcluir
  3. "O PLURAL(?) das palavras terminadas em -s faz-se acrescentando o sufixo –inho ou -ito"?

    ResponderExcluir