quinta-feira, 30 de março de 2017

Glossário de gerenciamento de projetos de tradução


Antes de aceitar um projeto de tradução, é muito importante entender bem o conteúdo da mensagem. A área de gerenciamento de projetos de tradução, assim como qualquer outra, tem sua própria terminologia especializada, cujo objetivo é padronizar e agilizar a comunicação entre gerentes de projetos e prestadores de serviços. Como não poderia deixar de ser, o inglês predomina nesse contexto. Por isso, ainda que você não fale o idioma, precisa conhecer ao menos algumas expressões e palavras-chave. Para ajudar nessa tarefa, apresentamos um pequeno glossário que todo profissional da área de tradução deveria conhecer.

Quero expressar um agradecimento especial a duas feras da área: Mitsue Siqueira e Bruno Fontes, que contribuíram com toda sua expertise e sem os quais este artigo não seria possível. Valeu!!!

ASAP (As Soon As Possible) = tão logo quanto possível, o quanto antes.
Blacklist = a lista negra é uma relação de palavras que nunca devem ser usadas em um texto.
CAT Tool / CAT (Computer Assisted Translation) = ferramentas de auxílio à tradução (ou tradução assistida por computador), como memoQ, Trados, Wordfast, OmegaT, Déjà Vu e outras.
CEO (Chief Executive Officer) = diretor executivo.
Cleanup = o processo de cleanup apaga o texto original e as tags da visualização, deixando a tradução “limpa”. O termo ficou famoso quando grande parte das traduções eram feitas no Word, com os textos de origem e destino separados por tags, como {0>Source<}0{>Target<0}. Atualmente, o cleanup se assemelha a um processo de conversão, em que a CAT Tool substitui o texto original pelo traduzido, gerando o arquivo final.
Coaching = treinamento direcionado, orientação profissional especializada.
Cotejo = comparação de segmentos dos textos original e traduzido que visa identificar as semelhanças e diferenças.
Deadline = prazo final, dia/hora de entrega da tradução.
Deliverable = consiste em todo o conteúdo a ser entregue no fim de um projeto. Por exemplo, o deliverable de projetos de tradução nas agências costuma ser o arquivo bilíngue na CAT Tool. Relatórios de ferramentas de QA, como o Xbench, também podem ser considerados deliverables de um projeto.
DNT list (Do Not Translate) = palavras que devem continuar no idioma de origem.
DTP (Desktop Publishing) = a editoração eletrônica consiste em editar textos e publicações por meio de software específico para edição avançada de imagens. Em tradução, programas comuns de DTP são o InDesign e o FrameMaker.
DTPer (Desktop Publisher) = profissional que trabalha com editoração eletrônica.
Editing = revisão minuciosa que envolve o cotejo do texto nos idiomas original e traduzido.
ENU = inglês dos Estados Unidos.
ENG = inglês da Inglaterra.
EOB (End of Business Day) = fim do expediente (18h).
EOD (End of Day) = fim do dia (23h59).
ESL = espanhol latino-americano.
ETA (Estimated Time of Arrival) = hora aproximada de chegada (de um arquivo, projeto etc.).
Expertise = habilidades e conhecimento adquiridos em determinada área por meio de estudo, experiência e prática.
TBC (To Be Confirmed) = a ser confirmado, confirmação em aberto, confirmação pendente.
Feedback = processo pelo qual um texto é analisado para determinar não apenas os pontos passíveis de melhoria, mas também destacar os pontos positivos.
Freela/Frila = gíria para freelancer, profissional autônomo.
FTP (File Transfer Protocol) = local de armazenamento online compartilhado onde é possível enviar ou receber arquivos.
Fuzzy match = frases com aproveitamento de palavras em relação à TM.
FYI = For You Information, para sua informação, para seu conhecimento.
G11N (Globalization) = abreviatura de globalização. Abrevia-se dessa forma porque há 11 letras entre as letras G e N.
Gestor de terminologia = software usado para carregar e gerenciar glossários e termbases em geral, como o Multiterm.
Hand-back = devolução do serviço, entrega da tradução.
High fuzzy = frases com aproveitamento de palavras muito alto em relação à TM.
I18n (Internationalization) = abreviatura de internacionalização. Abrevia-se dessa forma porque há 18 letras entre as letras I e N.
Insight = ideia não convencional, solução inovadora para um problema.
Invoice = fatura, nota fiscal.
Internacionalização = processo de criação de um software ou aplicativo que visa disponibilizar o design do recurso e de seus códigos em vários idiomas. A internacionalização está relacionada ao desenvolvimento de aplicativos (codificação de caracteres, flexibilidade de formatação, símbolos, adaptabilidade do layout, etc.), simplificando a criação de várias edições linguísticas de um programa.
IT (Information Tecnology) = Tecnologia da Informação.
Job = trabalho, projeto, tarefa.
k = milhares. Exemplo, 20k é o mesmo que 20 mil palavras.
Know-how = conjunto de habilidades e conhecimentos aprendidos na prática.
L10N (Localization) = abreviatura de localização. Abrevia-se dessa forma porque há 10 letras entre as letras L e N.
Language skills = competências linguísticas, habilidades relacionadas ao idioma.
Layout = disposição de texto, gráficos e imagens em determinado espaço.
Localização = processo que, além da tradução, consiste na adaptação do conteúdo ao público-alvo. Envolve cultura, regionalismos, conversão de moedas e medidas, adoção de formas diferentes de escrita, adaptação de aspectos políticos, econômicos, legais e culturais do país. Em suma, localizar um produto significa adaptá-lo ao mercado de destino.
Low fuzzy = frases com aproveitamento de palavras muito baixo em relação à TM.
 (Linguistic Sign-Off) = verificação final de um texto que já passou pelas etapas de TEP. O foco do LSO está em acertar questões visuais (tabulações, quebras de linha, paginação etc.). Finda a etapa de LSO, supõe-se que o texto segue o formato adequado.
LSP (Language Services Provider) = prestador de serviços linguísticos. Os mais conhecidos no mercado são as agências de tradução, embora todo tradutor ou revisor possa se considerar um LSP.
Match/Matches = correspondências de um texto em relação à TM.
MT (Machine Translation) = mecanismo de tradução por máquina, como o Google Tradutor.
Networking = rede de contatos e conexões que promovem interação e comunicação no ambiente profissional.
No match/0% match = segmento sem correspondência em relação à TM.
100% match = segmento exatamente igual a um segmento já traduzido na TM.
PE (Post-Editing) = tarefa de pós-edição de textos processados por um mecanismo de tradução por máquina.
PM (Project Manager) = gerente de projetos, profissional responsável por administrar as questões organizacionais de um projeto, como prazos e alocação de fornecedores.
PO (Purchase Order) = ordem de compra, ordem de serviço.
Post Mortem = tarefas desempenhadas após a conclusão do projeto para fins de preparação e atualização de versões futuras.
Proofing = leitura final apenas do texto traduzido para fins de verificação dos últimos detalhes, como questões de fluência.
PTB = português brasileiro.
Público-alvo = público ao qual se destina a tradução.
QA (Quality Assurance) = verificação da qualidade de um documento traduzido com base em critérios linguísticos predefinidos.
QAer = profissional responsável pelo processo de avaliação de textos.
QA Report = relatório que lista os problemas identificados por ferramentas especializadas na verificação final dos textos traduzidos, como o Xbench. Tais ferramentas detectam automaticamente vários erros, como falta de pontuação, numeração trocada e inconsistências entre os textos de origem e destino.
QQ (Quick Question) = pergunta rápida.
Query = consulta feita ao cliente ou ao revisor sobre a tradução de um projeto.
Query Sheet = planilha de dúvidas, pendências ou comentários feitos ao cliente ou ao revisor durante a tradução de um projeto.
Repetition = quantidade de trechos ou frases que se repetem em um texto.
Segmento/String = forma como as CAT Tools particionam a tradução. Em geral, a divisão é feita considerando os pontos-finais das frases, embora algumas permitam personalizar a divisão.
Skill = habilidades ou competências de um profissional.
Source = texto de origem.
Success Stories/Case = histórias de relações profissionais de sucesso, exemplos de resultados práticos positivos.
T9N (Translation) = abreviatura de tradução. Abrevia-se dessa forma porque há 9 letras entre as letras T e N. A tradução consiste na transposição de um texto a outro idioma.
Tag = nas CAT Tools, as tags são marcas de formatação do texto (negrito, itálico, sobrescrito, cor, tamanho etc.). Inverter a ordem das tags ou excluir alguma delas pode causar problemas de formatação ao converter e gerar o arquivo final.
Tagline = pequena frase, semelhante a um slogan, que resume e comunica o propósito da marca de forma autêntica e inspiradora (Ex.: Nestlé faz bem).
Target = texto de destino.
TB (Term Base) = repositório de palavras com terminologia aprovada usado para fins de economia do tempo de pesquisa e digitação.
TEP (Translation, Editing, Proofing) = em linhas gerais, são os processos de tradução, revisão e leitura final de um texto.
TM (Translation Memory) = a memória de tradução é um repositório de todas as traduções feitas em um projeto. Programas como o Olifant são usados especificamente para gerenciar o conteúdo das memórias de tradução.
tmx = extensão mais popular das memórias de tradução exportadas. O formato tmx costuma funcionar em todas as CAT Tools.
VIP = Very Important Person.
Whitelist = ao contrário da lista negra, a lista branca (lista de permissões) é uma relação de palavras recomendadas e preferenciais.
WC (Word Count) = contagem das palavras de um projeto de tradução.
WWC (Weighted Word Count) = contagem das palavras de um projeto levando em conta a porcentagem de correspondência com o conteúdo da TM. O cálculo de WWC considera os diferentes tipos de “peso” (repetitions, 100% matches, no matches) para gerar um volume total do esforço de tradução.
Workshop = oficina ou curso intensivo de pouca duração.

Clique na figura para aumentá-la

Com a colaboração de:

elartedetraducir.wordpress.com
www.traduwiki.net.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário