terça-feira, 28 de outubro de 2014

Como calcular o prazo de entrega de uma tradução?



Hoje vamos falar de um fator fundamental num projeto de tradução: o prazo de entrega.



Primeiro: Quem define o prazo de entrega?



Num mundo onírico em que serafins e unicórnios convivem amigavelmente, os tradutores estabelecem o prazo de entrega; no mundo real, não. Na maioria das vezes é o cliente ou a agência que definem o prazo.

Mas suponhamos que você tenha o privilégio de calcular o prazo, como o faria?

Deixe a calculadora científica de lado, o cálculo não é tão complexo…



Um ponto importantíssimo é que nunca, jamais, em hipótese alguma, deve dar-se um prazo sem antes olhar o documento ou sem ao menos saber de que se trata. Não faça isso, do contrário estará cavando a própria cova, ou dando tiro no pé, atitudes indesejadas por qualquer profissional em sã consciência.



Aspectos que devemos considerar ao calcular o prazo:



O número de palavras do projeto


Todo profissional deve conhecer seus limites. A produtividade de cada tradutor varia de acordo a uma série de fatores: o nível de domínio dos idiomas, a familiaridade com o assunto a traduzir, o uso ou não de ferramentas CAT, a destreza para digitar, etc. Mas acredito que independentemente desses fatores é possível estabelecer uma média saudável, algo entre 400 e 500 palavra por hora. Isto para evitar lesões por esforço repetitivo, estresse, taquicardia, sudorese, insônia, etc. Afinal, não somos Clark Kent para sair por aí desafiando as leis da física e do universo.



O formato do arquivo


Este ponto também é importante e faz toda a diferença. Você pode ter muita habilidade para lidar com o Word, mas ser um zero à esquerda com planilhas ou apresentações. Além disso, para os tradutores do par português<>espanhol, por exemplo, faz toda a diferença receber um texto editável que permita aproveitar as inúmeras palavras que se escrevem exatamente igual nas duas línguas, que receber uma imagem digitalizada, cujo texto terá de ser traduzido integralmente. Isso sem contar que a revisão neste caso levará muito mais tempo, já que será necessário cotejar os dois textos minuciosamente para verificar se não houve a supressão de algum trecho.



O grau de complexidade do projeto


Este ponto se refere à especificidade terminológica, à necessidade de pesquisa especializada e ao estilo do texto. Cada tradutor tem suas especialidades e habilidades, alguns traduzem mais rapidamente finanças que física, há os que preferem a linguagem informal, outros se sentem à vontade traduzindo textos acadêmicos. Cada um conhece seus pontos fortes e fracos e deve considerá-los na hora de calcular prazos.


Tendo em conta esses referenciais, é possível calcular um prazo plausível. Não se esqueça de deixar um prazo extra para revisão e nunca estabeleça um prazo sem ter certeza de que será capaz de cumpri-lo.

(Graças a Deus você está aqui - eu não consigo fazer nada sem ter um prazo)
 Se você gostou deste artigo, poderá gostar também de:

10 dicas importantes antes de aceitar um projeto de tradução

Nenhum comentário:

Postar um comentário